Facebook e Instagram decidem suspender Trump até janeiro de 2023

Citam “grave violação de regras”

Comitê de Supervisão pediu decisão

Nova análise será feita após 2 anos

O Facebook anunciou nesta 6ª feira (4.jun.2021) que o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump permanecerá suspenso da rede social até janeiro de 2023. A decisão vale também para o Instagram.

O republicano foi banido das plataformas em 7 de janeiro deste ano, depois de incentivar protestos que culminaram na invasão do Capitólio (Congresso norte-americano) enquanto o Senado fazia a contagem de votos para certificar a vitória do candidato Joe Biden nas eleições presidenciais realizadas em 3 de novembro.

A suspensão foi acatada pelo Facebook depois de recomendação do seu Conselho de Supervisão para que o tempo de afastamento fosse definido.

“Estamos hoje anunciando novas regras a serem aplicados em casos excepcionais, como este. Estamos confirmando a penalidade com limite de tempo consistente com os protocolos que estamos aplicando às contas do sr. Trump”, diz comunicado.

 

 

A suspensão de 2 anos aplicada ao ex-presidente é a maior penalidade prevista nas novas regras de uso da rede social.

Depois do período de suspensão, uma nova análise será feita para “avaliar se o risco à segurança pública diminuiu”. Caso especialistas da rede social recomendem, o período poderá ser prorrogado.

Além do Facebook e do Instagram, pelo menos 10 redes sociais fizeram restrições a Trump: Twitter, Google, Snapchat, Shopfy, Reddit, Twitch, YouTube, TikTok, Discord e Pinterest.

Compartilhar:
×