‘Não sou bolsominion’, diz Juliana Paes após defender Nise Yamaguchi

Após se tornar alvo de críticas nas redes sociais por sair em defesa da médica Nise Yamaguchi, que participou da CPI da Covid, Juliana Paes, de 42 anos, postou um vídeo no Instagram se justificando dos ataques que recebeu.

“Estamos vivendo um dos momentos mais nebulosos. O mundo inteiro está angustiado. Qualquer assunto é politizado. É um maniqueísmo. Eu não sou bolsominion, como adoram acreditar”, começou ela.

E completou: “Tenho críticas severas a este que nos governa, mas tampouco quero que a oposição que está presente no momento assuma o governo. Eu estou em um ambiente em que não me sinto representada por ninguém. “Eu não admito ser colocada em nenhum desses dois polos. Não quero contribuir para essa polarização doentia. Não nesse momento obscuro, onde o ódio reverbera mais. Ou você é isso ou é aquilo. Isso não existe. Somos múltiplos”.

Paes defendeu Yamaguchi por não ter gostado da forma como os senadores trataram ela na CPI e escreveu: “Show de horrores e boçalidades na #CPIdaCovid. Certa ou errada… não importa! Intimidação, coação… fala interrompida… mulher merece respeito em qualquer ambiente.”

 

Compartilhar:
×