Queda de avião em Campo Grande a chegar de novas doses da Pfizer

A chegada de mais uma remessa da Pfizer, em Campo Grande, foi suspensa devido à queda de uma aeronave militar, nesta segunda-feira (13).

O desvio foi confirmado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Agora, o órgão aguarda informações do Ministério da Saúde para estabelecer uma nova data de envio.

Estava previsto a chegada de 87.750 doses da Pfizer. Com isso, a Secretaria ia distribuir as vacinas na manhã de terça-feira (14).  

Conforme informado pela Infraero, por conta da queda do avião, uma pista do Aeroporto Internacional de Campo Grande ficou interditada entre 11h37min e 13h59min.

Últimas notícias

Com isso, alguns voos retornaram, um deles do LA 3271, que chegaria às 13h15min, com como vacinas contra um Covid-19.

A interdição foi necessária em função do deslocamento de carros de combate a incêndio para socorrer o acidente. Dessa forma, sem os caminhões de combate a incêndio, pousos e decolagens foram suspensos.

“No período em que o aeroporto esteve fechado, uma aeronave realizando voo comercial, que pousaria em Campo Grande retornou para a origem, em São Paulo e outra, da aviação geral, alternou para o Aeroporto Santa Maria / MS”, diz parte da nota “

ACIDENTE

Aeronave militar, modelo Super Tucano A-29, caiu no início da tarde desta segunda-feira (13), em Campo Grande. O acidente aconteceu entre a saída rotatória para Sidrolândia e o Indubrasil, em uma área com o acesso um pouco dificultado.

Conforme informações, a aeronave estava realizando treinamento na região.

O piloto conseguiu ejetar-se e sofreu apenas escoriações, sendo socorrido pela equipe do Corpo de Bombeiros.

A queda ocorrida devido à falha técnica na aeronave. Com isso, uma aeronave foi direcionada a uma região desabitada, onde colidiu com o solo.

A ocorrência será investigada pelo Comando da Aeronáutica.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×