Mato Grosso do Sul confirma 6 casos de “flurona”,

Mato Grosso do Sul confirmou ontem, terça-feira (4) seis casos de “flurona”, nome utilizado para pacientes que tiveram, ao mesmo tempo, infecção pelo vírus da influenza e do coronavírus.

Quatro deles foram em Corumbá, sendo dois garotos, ambos de nove anos, além de um homem, de 55 anos, e um bebê, de cinco meses. Outro foi registrado em Dourados, um indivíduo de 21 anos e, a última confirmação, veio de uma paciente de Campo Grande, de 19 anos.

De acordo com a SES (Secretaria Estadual de Saúde), nenhum havia recebido imunizante da influenza, mas a evolução dos casos foi dentro do esperado e todos receberam alta.

A confirmação foi feita após sequenciamento genômico realizado no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) de Mato Grosso do Sul e encaminhado ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo (SP).

O primeiro local no mundo a registrar esta coinfecção foi Israel – uma mulher grávida teve sintomas leves e foi atendida em hospital israelense, que informou que ela não tinha tomado vacinas contra influenza ou coronavírus.

Ao menos seis casos já foram confirmados no País – sendo dois no Rio de Janeiro (RJ), três em Fortaleza (CE) e um em São Paulo (SP).

 

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×