Maconha apreendida em carga de cacos de vidro totalizou quase 2 toneladas

Investigações em curso apontavam que um terreno localizado em local ermo, nas proximidades do Jardim Alhambra, em Dourados, seria utilizado como ponto de parada de caminhões carregados com entorpecentes, que em seguida seguiam para os Estados de São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais.

Assim, por volta das 20 horas desta quarta-feira, dia 15 de dezembro, policiais da Defron (Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes de Fronteira) identificaram que um caminhão estava estacionado no local suspeito, ocasião em que realizaram diligência.

Ao perceber a aproximação dos policiais militares o motorista do caminhão empreendeu fuga, levando consigo a chave de ignição do automóvel.

Ao inspecionarem a carga transportada pelo caminhão, consistente em cacos de vidro a serem destinados à reciclagem, os policiais identificaram fardos de maconha dentre ela.

Assim, com o auxílio de um mecânico, o caminhão foi levado até a sede da Defron, em Dourados, onde foram identificados vários outros fardos de maconha na carga.

Na manhã desta quinta-feira o caminhão foi levado ate uma empresa de reciclagem e, com o auxílio de funcionários do local, após de mais de 10 horas de trabalho, para retirar a carga de cacos de vidro, foram encontrados dezenas de fardos de maconha.

Pesada, a droga, que seria levada para o Estado de São Paulo, totalizou 1.832 quilos de maconha.

Apesar de não ter sido preso, o motorista do caminhão já foi identificado e as investigações continuam visando apontar o proprietário da droga e os demais envolvidos no tráfico.

Com essa apreensão a Defron, até o momento, contabiliza o montante de 91.300 toneladas de drogas apreendidas no ano de 2021.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×