Flurona: MS diz que vai ‘rastrear ao máximo’ casos de dupla infecção e aumenta testes de Covid e Influenza

O alerta sobre a Flurona, que é a infecção simultânea pela Covid-19 e o vírus Influenza, fez as autoridades de Saúde, em Mato Grosso do Sul, prepararem medidas de combate à doença, como o aumento de testes e reforço nas campanhas de vacinação.

“Estamos em alerta com esses casos e vamos agora fazer o rastreamento das duas doenças, fazendo a imunização tanto da Covid quanto da Influenza. Quanto mais vacinados menos casos concomitantes teremos, como já está ocorrendo em outros países. Faremos testagens, quanto mais melhor e precisamos contar com o apoio da população, que ainda está arredia quanto à imunização e testagem”, afirmou ao Jornal Midiamax o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende.

No caso de Campo Grande, a Secretaria Municipal de Saúde ressaltou que, até o momento, não há nenhum registro de paciente infectado com Covid-19 e Influenza ao mesmo tempo.

De acordo com o Coronel Marcello Fraiha, assessor militar da SES (Secretaria de Estado de Saúde), por se tratarem de síndromes gripais, as orientações contra a Covid e Influenza são as mesmas. Dessa forma, devem ser mantidos os seguintes cuidados:

  • Lavar frequentemente as mãos com água e sabão;
  • Evitar frequentar locais públicos, fechados e com muita gente;
  • Cobrir com a dobra do braço a boca e nariz sempre que precisar tossir ou espirrar;
  • Evitar tocar os olhos, nariz e boca;
  • Evitar compartilhar objetos pessoais que possam estar em contato com gotículas de saliva ou secreções respiratórias, como talheres, copos e escovas de dentes;
  • Manter os ambientes fechados bem arejados, abrindo a janela para permitir a circulação de ar;
  • A vacinação em ambos os casos é essencial, as quais estão à disposição da população nos 79 municípios do Estado.
Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×